Tudo que você precisa saber para ajudar nos protestos

0 10

Receba atualizações em tempo real grátis

Os protesto no Brasil estão com tudo, muitas personalidades estão apoiando as causas sociais, como o próprio Arnaldo Jabor que se desculpou pelo comentário feito na última quinta-feira (13/06) sobre as manifestações do Movimento Passe Livre em São Paulo. Inicialmente, o cineasta avaliou o protesto como uma forma de “ignorância política”, já que R$ 0,20 – que representa o aumento da tarifa proposta pelos empresários – não fariam falta aos filhos da classe média aos quais ele atribuiu a autoria da manifestação.

Nesta segunda-feira (17), a retratação veiculada na rádio CBN traz o reconhecimento de Jabor sobre o movimento que ele eleva à condição de “força política original”. O novo comentário corrige a afirmação da motivação pelos vinte centavos e estende às condições de vida dos brasileiros de uma forma geral.

Rafinha bastos também publicou um vídeo sobre o assunto, que passou do Movimento Passe Livre, para uma comoção nacional, de protestos contra a falta de segurança, saúde, educação, um movimento que há anos não é visto no Brasil, mas muitas pessoas querem participar e não querem ir para ruas lutar, por conta disso segue algumas sugestões de como você pode ajudar nos protestos sem saim de casa:

1. Abra seu Wi-Fi

Se você mora ou trabalha perto das áreas de manifestação libere o sinal do seu Wi-Fi. Com mais conexão os protestantes são capaz de informar melhor e subir seus registros e trocar mensagens.

2. Bandeira branca na janela

Coloque uma bandeira branca na sua janela e participe do movimento VEM PRA JANELA.

3. Proteja os manifestantes

Separe alguns panos com vinagre e garrafinhas de água, e converse com seu porteiro para abrigar gente fugindo dos protestos se a violência começar. PMs agrediram diversas pessoas tentando fugir da confusão encurralados na porta de prédios – a grande maioria presente não tem interesse em participar de violência. Proteja-os se puder.

4. Registre tudo que ouve e vê

Sendo uma peça presente, registre seus arredores e participe da troca de informações sobre os protestos. Utilize as tags do evento e informe seus contatos de tudo que está acontecendo – sua presença virtual é tão importante quanto sua presença física.

5. Compartilhar é participar!

Diversas informações podem ser cruciais na hora de ajudar quem esta nas ruas. Durante o protesto do dia 13, os manifestantes souberam com alguma antecedência sobre a presença do batalhão de choque da polícia escondido, e puderam tentar minimizar a os ataques. Também foi através da internet e Facebook que informações sobre pontos de suporte médico chegaram as ruas. Esteja preparando com todo seu poder de cidadão da internet pra ajudar!

Algumas dicas pra quem vai participar de protestos

1. Use roupas impermeáveis
Se você tiver casacos ou peças impermeáveis em casa, eles são perfeitos contra o famoso gás lacrimogêneo. O algodão absorve o gás e os químicos ficam em contato com a pele por mais tempo.

2. Tome Banho
Sim, vá para a manifestação bem limpinho. Isso porque a oleosidade da pele também ajuda a fixar o gás lacrimogêneo.

3. Não fotografe o rosto dos líderes manifestantes
Os organizadores do movimento pedem que fotógrafos e jornalistas não ajudem a polícia a identificar membros dos protestos. Essas pessoas, após identificadas, podem ser perseguidas ou presas injustamente.

4. Cinegrafista, mantenha distância!
A cobertura da mídia tradicional brasileira está deslegitimando o processo e dando importância apenas a cenas de violência. Se você tem uma câmera, faça imagens do que realmente está acontecendo. Mas proteja-se em um lugar tranquilo e longe da confusão. No meio do protesto, você corre o risco de ser reprimido pela Polícia Militar.

5. Ande em grupo
Vídeos postados nas redes sociais mostraram grupos de policiais espancando pessoas que estavam sozinhas. O melhor é estar sempre acompanhado por um grupo.

6. Óculos de Natação
O óculos é barato – pode ser encontrado por R$ 2 em lojas de artigos esportivos – e protege os seus olhos do gás lacrimogêneo. Não use lentes de contato! Elas retêm o gás nos seus olhos.

7. Nunca esfregue os olhos!

No protesto nunca esfregue os olhos, e se proteja contra as bombas de gás

Para desinfetá-los contra o gás, vire a cabeça lateralmente, jogue água corrente e deixe-a escorrer do olho para fora, em um olho de cada vez. A amônia corta o efeito do gás lacrimogêneo – vinagre contém amônia (misture meio litro de vinagre em meio litro de água pra lavar o rosto)

Quer saber se sua cidade já tem um protesto marcado ? Acesse : Lista de cidades que terão manifestações durante essa semana

Com informações de manual dos indignados

Receba atualizações em tempo real grátis

Deixe um cometário :)

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.